Slide 1

Atualizações Recentes

Nuredam/UERJ

Busca

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | R | S | T | U | V | W | Y | Z

CALAES, Gilberto Dias; OLIVEIRA, Laíce Calaes de. A Estrada Real e a Transferência da Corte Portuguesa. In: A Estrada Real e a transferência da corte portuguesa: Programa Rumys – Projeto Estrada Real/Eds. Gilberto Dias Calaes; Gilson Ezequiel Ferreira - Rio de Janeiro: CETEM /MCT/CNPq/CYTED, 2009, pp. 21-46. 

CALLON, Michel; LASCOUMES, P.; BARTHE, Y. Agir dans un monde incertain. Essai sur la démocratie technique, Paris: Le Seuil, 2001.

CALLON, Michel. Some Elements of a Sociology of Translation: Domestication of the Scallops and the Fishermen of St. Brieuc Bay. In: Law, John (ed). Power, Action and Belief: a New Sociology of Knowledge. London: Routledge & Kegan Paul. 1986. p. 196-233. Sociologias, Porto Alegre, ano 16, no 35, jan/abr 2014, p. 34-82 78 SOCIOLOGIAS

CALLON, Michel; LATOUR, Bruno. Unscrewing the Big Leviathan: how Actors Macro-structure Reality and How Sociologists Help them to do so. In: KNORR-CETINA, K.; CICOUREL, A. V. (eds.). Advances in Social Theory and Methodology: Toward and Integration of Micro-and Macro-Sociologies. Boston: Routledge; Kegan Paul. 1981. p.277-303. 23. CARNEIRO DA CUNHA, Manuela. Cultura com aspas e outros ensaios. São Paulo: CosacNaify, 2009.

CAMPBELL, Donald T.; STANLEY, Julian C. Delineamentos experimentais e quase-experimentais da pesquisa. São Paulo: EPU/EDUSP, 1979.

CAMPOS, P.H.F. e LOUREIRO, M.C.S. (orgs.). Representações sociais e práticas educativas. Goiânia: Ed. UCG, 2003.

CANCADO, Airton Cardoso; TENORIO, Fernando Guilherme; PEREIRA, José Roberto. Gestão social: reflexões teóricas e conceituais. Cad. EBAPE.BR,  Rio de Janeiro,  v. 9,  n. 3, Sept.  2011 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512011000300002&lng=en&nrm=iso>. access on  10  Apr.  2013.  

CANDIDO, Antonio. Os parceiros do rio Bonito. São Paulo: Duas cidades, 2001.

CANUTO, João Carlos. A extensão rural numa perspectiva de educação popular. Educação e Sociedade, São Paulo, vol.5, n.16, p.146-149, dez.1983. 

_______. Agricultura ecológica e sustentabilidade socioambiental.  APIPSA, UFPb, Campina Grande, 1996.

CAPRA, Fritjof. Alfabetização Ecológica: o desafio para a educação do século 21. In: TRIGUEIRO, A. (coord.). Meio Ambiente no Século 2121 especialistas falam da questão ambiental nas suas áreas de conhecimento. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.

_______. A inversão da situação. In: O ponto de mutação. Cultrix, 1995. 17-46.

_______. Parte I. Vida, Mente e Sociedade. In: As conexões ocultas. Ciência para uma vida sustentável. São Paulo. Cultrix, 2002. (19-106).

_______. O Tao da Física. São Paulo: Cultrix, 1983.

_______. A teia da vida. São Paulo: Cultrix, 1998.

_______. O ponto de mutação. São Paulo: Cultrix, 1982.

CARDOSO, Ruth. (Org.). A aventura antropológica. Rio de Janeiro: Paz. e Terra, 1986.

CARDOSO, Ciro Flamarion S.; BRIGNOLI, Héctor Pérez. Os métodos da história. Trad. João Maia. 3. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1983. 

CARESTIATO, Andréa. Programa Curso D’Água/CEIVAP – Relatório Final. Resende: CEIVAP, 2001. mimeo.

CARNEIRO, Eder J. O GT de conflitos ambientais da ANPOCS (2004-2008): balanço crítico. In: 33º Encontro Anual da ANPOCS, Anais... Caxambu, 2009. 26. CARNEIRO, Marcelo S. A construção social do mercado de madeiras certificadas na Amazônia brasileira: a atuação das ONGs ambientalistas e das empresas pioneiras. Sociedade e Estado, vol. 22, n. 3, p. 681-713. 2007.

CARNEIRO, E. J. Política Ambiental e a ideologia do desenvolvimento sustentável. In: ZHOURI, A.; KLEMENS, L.; PEREIRA, D. B. (org.). A insustentável leveza da política ambiental: desenvolvimento e conflitos socioambientais. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

CARNEIRO, Marcelo S. Crítica social e responsabilização empresarial: análise das estratégias para a legitimação da produção siderúrgica na Amazônia Oriental. Cadernos CRH, vol. 21, n. 53, p. 321-333, 2008. 

CARNEIRO DA CUNHA, Manuela; ALMEIDA, Mauro. Populações tradicionais e conservação ambiental. In: CARNEIRO DA CUNHA, M. Cultura com aspas e outros ensaios. São Paulo: CosacNaify, 2009. p. 277-299. 

CARPEGEANI, Cleuza Barbosa de Freitas & REZENDE FILHO, Cyro de Barros. Caminho das Tropas: A Importância da preservação histórica e cultural como meio de preservação ambiental no Vale do Paraíba. Revista Ciências Humanas, UNITAU. Volume 1, número 1, 2009. Disponível em <http://www.unitau.br/revistahumanas>. Acesso em 20 Jun. 2013.

CARVALHO, Edgard de Assis, ALMEIDA, Maria da Conceição de, COELHO, Nelly, Novaes, FIEDLER-FERRARA, Nelson, MORIN, Edgar.  Ética, solidariedade e complexidade. São Paulo: Palas Athena, 1998. 

CARVALHO, Edgard de Assis,  MENDONÇA, Terezinha (orgs).  Ensaios de complexidade II. Porto Alegre: Sulina, 2003. 

CARVALHO, Isabel Cristina Moura.  Educação Ambiental:  a formação do sujeito ecológico. São Paulo: Cortez, 2004. 

CARVALHO, Edgard de Assis, ALMEIDA, Maria da Conceição de, COELHO, Nelly, Novaes, FIEDLER-FERRARA, Nelson, MORIN, Edgar. Ética, Solidariedade e Complexidade. São Paulo: Palas Athena, 1998.

CARVALHO, I. C. M. Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. São Paulo: Cortez, 2008.

_______. A Invenção Ecológica. Narrativas e Trajetórias da Educação Ambiental no Brasil. Porto Alegre: Editora da UFRGS,  2008.

CARVALHO, I. C. M.; STEIL, C. A. O Habitus Ecológico versus Educação da Percepção: fundamentos antropológicos para a educação ambiental. In: Educação & Realidade 34 (3), set/dez 2009, pp. 81-94.

CARVALHO, M. C. M (Org.). Metodologia científica: fundamentos e técnicas: construindo o 
saber. 4. ed. Campinas, SP: Papirus, 1994.

CARVALHO, Karoliny Diniz. Lugar de memória e turismo cultural: apontamentos teóricos para o planejamento urbano sustentável. CULTUR, ano 04 - nº 01 - Janeiro/2010. Disponível em: <www.uesc.br/revistas/culturaeturismo>. Acesso: junho/2013.

CASTORIADIS, Cornelius. Reflexões sobre desenvolvimento e racionalidade. In: As encruzilhadas do labirinto. São Paulo: Paz e Terra, v.II, 1987. 

_______. A instituição imaginária da sociedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992. 

CASTRO, Edna.; HÉBETTE, Jean. (orgs.). Na trilha dos grandes projetos: modernização e conflito na Amazônia. Belém: UFPA/NAEA, 1989.

CASTRO, Edna. Amazônia: sociedade, fronteiras e políticas. Cadernos CRH, vol. 25 n. 64 , jan./abr. p. 45-61, 2012.

CASTRO, Edna; PINTON, Florence. (orgs.). Faces do trópico úmido: conceitos e questões sobre ambiente e desenvolvimento. Belém: CEJUP/UFPS/NAEA, 1997.

CASTRO, Elza Maria Neffa Vieira de. “Diálogo com a vida: uma educação consciente” in: Meio Ambiente & Educação/Luiz Emygdio de Mello Filho (org.) [et al.]. Rio de Janeiro: Gryphus, 1999, pp. 113-139. (Educação em diálogo; v. 3).

CASTRO, Gustavo de. (coord.) e al. Ensaios de Complexidade. Porto Alegre: Sulina,1997.

CASTRO, Cláudio de Moma. A prática da pesquisa. São Paulo: Mcüraw-Híll do Brasil, 1978.

CARDOSO, Ciro Flamarion S.; BRIGNOLI, Héctor Pérez. Os métodos da história. Trad. João Maia. 3. ed. Rio de Janeiro: Graal,. 1983.

CARVALHO, Edgard de Assis, MENDONÇA, Terezinha (orgs). Ensaios de Complexidade II. Porto Alegre: Sulina, 2003.

CARVALHO, Isabel Cristina Moura. Educação Ambiental. São Paulo: Cortez, 2004.

CATTON, William R.; DUNLAP, Riley E. A New Ecological Paradigm for PostExuberant Sociology. American Behavioral Scientist, vol. 24, n. 1, set./oct., p. 15-47, 1980.

CAVALCANTI, Clóvis (org.). Desenvolvimento e natureza: estudos para uma sociedade sustentável. São Paulo: Cortez. Recife, PE. Fundação Joaquim Nabuco, 1995. 

CECHIN, A. D.; VEIGA, J. E. da. A economia ecológica e evolucionária de Georgescu-Roegen. Rev. Econ. Polit.,  São Paulo,  v. 30,  n. 3, Sept.  2010 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010131572010000300005&lng=en&nrm=iso>. access on  07  Mar.  2013.

CEMPRE - Compromisso Empresarial para Reciclagem. Disponível em: <www.cempre.org.br>.

CERVO. A. L.; BERVIAN, P. A. Metodologia científica. 4. ed. São Paulo: Makron Books, 1996.

CHALMERS, A. F. O que é ciência, afinal? São Paulo: Brasiliense, 1993.

CHATEAURAYNAUD, Francis; TORNY, Didier. Les sombres précurseurs: une sociologie pragmatique de l’alerte et du risque. Paris: Ed. de L’EHESS. 1999.

CHATEAURAYNAUD, Francis; Torny, Didier. Mobiliser autour d’un risque: des lanceurs aux porteurs d’alerte. 2005.

CHAUÍ, Marilena de Souza. Convite à filosofia. 6. ed. São Paulo: Ática, 1995.

_______. O que é ideologia. São Paulo: Editora Brasiliense, 1983. 

CHIAS MARKETING LTDA. Plano de Desenvolvimento de Turismo Cultural: Mar de Cultura. Paraty-RJ, 2010.

CIURANA, Emilio Roger. “Complexidade: elementos para uma definição”. IN: CARVALHO, Edgard de Assis, MENDONÇA, Terezinha (orgs). Ensaios de Complexidade 2. Porto Alegre: Sulina, 2003, pp. 48- 75.

CHIZZONTTI, A.. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 10 ed. São Paulo: Cortez, 2009.

CLARK, B.; FOSTER, J.B.  A dialética do metabolismo social e ecológico: Marx, Mészáros e os limites absolutos do capital. In: JINKINGS, I.; NOBILE, R. (orgs.). Isteván Mészáros e os desafios do tempo histórico. São Paulo: Boitempo, 2011.

COLISTETE, R. P. O desenvolvimentismo cepalino: problemas teóricos e influências no Brasil. Estud. av.,  São Paulo,  v. 15,  n. 41, Abr.  2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010340142001000100004&lng=en&nrm=iso>. access on 13 Mar. 2013.

COLLINS, H. M. Changing Order: Replication and Induction in Scientific Practice. London: Sage. 1985. 

CORAZZA, Rosana Icassatti. Gestão ambiental e mudanças da estrutura organizacional. RAE electron.,  São Paulo,  v. 2,  n. 2, dez.  2003 .   Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482003000200006&lng=pt&nrm=iso>. acessos em  06  abr.  2013.

COSGROVE, Denis. A geografia está em toda a parte: cultura e simbolismo nas paisagens humanas. In: CORRÊA, Roberto Lobato e ROSENDAHL, Zeni (orgs.). Paisagem, tempo e cultura.  Rio de Janeiro: EdUERJ, 2004, pp. 92-122. 

COSTA, Solange Fátima Geraldo et al. Metodologia da pesquisa: coletânea de termos. João Pessoa: Ideia, 2000.

COSTA, Antônio Gilberto. As estradas reais para as minas na cartografia histórica do Brasil. In: A Estrada Real e a transferência da Corte Portuguesa: Programa Rumys – Projeto Estrada Real/Eds. Gilberto Dias Calaes; Gilson Ezequiel Ferreira - Rio de Janeiro: CETEM/MCT/CNPq/CYTED, 2009, pp.7-20.

COUTINHO, Maria Tereza da Cunha. Os caminhos da pesquisa em ciências humanas. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2004, pp 11 - 38.

CRESWELL, J.W. Research design: qualitative, quantitative, and mixed method approaches. 2. Ed. Newbury Park, CA: SAGE, 2003.

Núcleo de Referência em Educação Ambiental

Universidade do Estado do Rio de Janeiro | Campus Maracanã
Rua São Francisco Xavier, 524 | Pavilhão João Lyra Filho
Faculdade de Educação, 12° andar, Bloco F, Sala 12.005
+55 (21) 2334-0824 / 2334-0825 | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.