Slide 1

Atualizações Recentes

Nuredam/UERJ

Busca

Referências Bibliográficas

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | R | S | T | U | V | W | Y | Z

ABBAGNANO, N. Dicionário de filosofia. São Paulo: Mestre Jou, 1970.

ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR – 10.004 – Definição de Resíduos Sólidos. Rio de Janeiro, 2004.

ABRANTES, Paulo César Coelho. Imagens de natureza, imagens de ciência. Campinas, SP: Papirus, 1998. – (Coleção Papirus Ciência).

ABRIC, J. C. A abordagem estrutural das representações sociais. In: MOREIRA, A.S.P.; OLIVEIRA, D.C. (orgs.). Estudos interdisciplinares de representação social. Goiania: AB, 2000.

ABRIC, J. C. Abordagem estrutural das representações sociais: desenvolvimentos recentes. In: CAMPOS, P.H.F. e LOUREIRO, M.C.S. (orgs.). Representações sociais e  práticas educativas. Goiânia: Ed. UCG, 2003.

ABRUCIO, Fernando Luiz. Trajetória recente da gestão pública brasileira: um balanço crítico e a renovação da agenda de reformas. Rev. Adm. Pública,  Rio de Janeiro,  v. 41,  n. spe,   2007 .   Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-76122007000700005&lng=pt&nrm=iso>. acessos em  10  abr.  2013.

ACSELRAD, Henri. Desenvolvimento Sustentável: as lutas por um conceito. Proposta. nº 56, 1993: 5-8.

_______.  Sustentabilidade e Democracia. Proposta. nº 71, 1997: 11-16.

_______. Meio Ambiente e Democracia. 1 ed. Rio de Janeiro. IBASE, 1992. 127 p.

_______. Vulnerabilidade ambiental, processos e relações. Comunicação ao II Nacional de Produtores e Usuários de Informações Sociais, Econômicas e Territoriais, FIBGE, Rio de Janeiro, 24/8/2006.

_______. Conflitos ambientais no Brasil. Rio de Janeiro: Relume Dumará; Fundação Heinrich Böll, 2004.

ACSERALD, H. e LEROY, J.P. Novas premissas da sustentabilidade democrática. Rio de Janeiro: FASE, 1999.

ACSERALD, Henri. Apresentação. In: Andréa Zhouri. (Org.). A insustentável leveza da política ambiental. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

ACSELRAD, Henri; BEZERRA, Gustavo. Inserção econômica internacional e “resolução negociada” de conflitos ambientais na América Latina. In: ZHOURI, A. LASCHEFSKI, K. (org.). Desenvolvimento e conflitos ambientais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010. p. 35-62.

ALMEIDA, Alfredo W. B. de (org.). Conflitos sociais no “Complexo Madeira”. Manaus: UEA Edições, 2009.

ALMEIDA, Alfredo W. B. de. Refugiados do desenvolvimento: os deslocamentos compulsórios de índios e camponeses e a ideologia da modernização.Travessia. maio/agosto, 1996. p. 30-35.

ALMEIDA, Alfredo W. B. de. Terras tradicionalmente ocupadas: processos de territorialização e movimentos sociais. Rio de Janeiro: ANPUR, p. 1-30, 2004.

ALMEIDA, Angela Maria Mendes de. Campo e cidade como imagens. Didática CPDA. Rio de Janeiro, n. 1, 1999.

_______. A "natureza" e seus múltiplos usos in: Estudos Sociedade e Agricultura. Rio de Janeiro, CPDA/UFRRJ, n. 4, 113-125, jul., 1995.

ALMEIDA, Jalcione. Da ideologia do progresso à ideia de desenvolvimento (rural) sustentável. In: ALMEIDA, J.; NAVARRO, Z. (orgs.). Reconstruindo a Sociologias. Porto Alegre, ano 16, no 35, jan/abr 2014, p. 34-82 SOCIOLOGIAS 77 agricultura:ideias e ideais na perspectiva do desenvolvimento rural sustentável. 1ed. Porto Alegre: Editora da Universidade (UFRGS), 1997. p. 33-55.

ALMEIDA, Jalcione. O campo da pesquisa e das ações sobre o meio ambiente. Porto Alegre: PGDR/UFRGS, 2004.

ALMEIDA, M. O Novo Estado Desenvolvimentista e o Governo Lula. Economia & Tecnologia - Ano 07, Volume Especial, pp. 69-89. 2011.

ALMEIDA, M. C. de. Complexidade, do casulo à borboleta. In: CARVALHO, E. de A. Ética, Solidariedade e Complexidade. São Paulo: Palas Athena, 1998.

ALMEIDA, Maria Lúcia Pacheco de. Como elaborar monografias. 4ª ed. Belém: Cejup, 1996.

ALONSO, Ângela; COSTA, Valeriano. Ciências sociais e ambiente no Brasil: um balanço bibliográfico. BIB – Revista Brasileira de Informações Bibliográficas em Ciências Sociais, ANPOCS, n. 53, 1º sem., p-35-78. 2002.

ALONSO, Ângela; COSTA, Valeriano. Por uma sociologia dos conflitos ambientais no Brasil. Buenos Aires: CLACSO, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales, 2002. Disponível em: . Acesso em: 12 mai. 2009.

ALPERSTEDT, Graziela Dias; QUINTELLA, Rogério Hermida; SOUZA, Luiz Ricardo. Estratégias de gestão ambiental e seus fatores determinantes: uma análise institucional. Rev. adm. empres.,  São Paulo,  v. 50,  n. 2, jun.  2010 .   Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902010000200004&lng=pt&nrm=iso>. acessos em  06  abr.  2013.

ALTIERI, Miguel.  Agroecologia: a dinâmica produtiva da agricultura sustentável. 3ª ed., Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2001.

ALTHUSSER, Louis. Ideologia e aparelhos ideológicos do Estado. Lisboa, Editorial Presença, 1980.

ALVARENGA, Augusta Thereza de; PHILLIPI Jr, Arlindo; SOMMERMAN, Américo; SOUZA, Aparecida Magali; FERNANDES, Valdir. Histórico, fundamentos filosóficos e teórico-metodológicos da interdisciplinaridade. IN: Arlindo Phillipi Júnior, Antonio José Silva Neto, Editores. Barueri, SP: Manole, 2011, pp. 3-68.

ALVES, Rubem. Filosofia da ciência. São Paulo: Ars Poetica, 1996.

ALVES, H.P.F. Vulnerabilidade socioambiental na metrópole paulistana: uma análise sociodemográfica das situações de sobreposição espacial de problemas e riscos sociais e ambientais. Revista Brasileira de Estudos de População, São Paulo, v. 23, n. 1, p. 43-59, jan./jun. 2006.
 
ALVES, Railda F.; BRITO, Suerde M. de; BRASILEIRO, Maria do Carmo E. Interdisciplinaridade: um conceito em construção. Episteme, Porto Alegre, n. 19, p. 139-148, jul./dez. 2004. 

ALVES-MAZZOTTI, A.J. Representações Sociais: aspectos teóricos e aplicações à educação. Revista Múltiplas Leituras. UNIMEP. v. 1,  n. 1, p. 18-43, jan-jun.  2008. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistasims/index.php/ML/article/viewFile/1169/1181. Acesso em: abril, 2012.

ALVES-MAZZOTTI, A. J.; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: a pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo Pioneira, 1998.

AMY, Douglas J. The Politics of Environmental Mediation. New York: Columbia University Press. 1987.

ANDRADE, Lícia. SOARES, Geraldo. PINTO, Virgínia. Oficinas ecológicas: uma proposta de mudanças. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.

ANDRADE, T. Sociologia ambiental e tecnologia: a importância do conceito de inovação. In: XI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE SOCIOLOGIA. Anais eletrônicos. Campinas.  Sociedade Brasileira de sociologia, 2003. Disponível em: http://www.sbsociologia.com.br/portal/index.php?option=com_docman&task=cat_view&gid=81&Itemid=171 .Acesso em: 20 nov de 2011.

ANDRADE, Maria Terezinha Dias de. Técnica da pesquisa bibliográfica. 3ª ed. São Paulo: USP-Faculdade de Saúde Pública, 1972.

ANTONIO, Severino. Educação e transdisciplinaridade: crise e reencantamento da realidade. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002.

ANTUNES, Paulo de Bessa. Educação Ambiental. Revista de Direito, Rio de Janeiro, v.3, n.6, jul-dez., 1999. pp.73-80.

ARAÚJO, Alceu Maynard. Jongo. Separata da Revista do Arquivo Municipal nº CCXXVIII. São Paulo: Departamento de Cultura, 1949, pp. 45-56.

ARRAES, Ronaldo A.; DINIZ, Marcelo B.; DINIZ, Márcia J. T.. Curva ambiental de Kuznets e desenvolvimento econômico sustentável. Rev. Econ. Sociol. Rural,  Brasília,  v. 44,  n. 3, set.  2006 .   Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032006000300008&lng=pt&nrm=iso>. acessos em  07  mar.  2013.  

ARRIGHI, Giovanni. A ilusão do desenvolvimento. 2 ed., Petrópolis, RJ: Vozes, 1997. – (Coleção Zero à Esquerda).

ASSIS, Marcelo Prudente de et al . Integração dos aspectos ambientais nas decisões: diferenciação de interesses no conselho municipal de política urbana de Santo André / SP. Saude soc.,  São Paulo,  2013 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902012000700007&lng=en&nrm=iso>. access on  06  Apr.  2013. 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Informação e documentação - Referências - Elaboração: NBR 6023. Rio de Janeiro: ABNT, 2002.

_______. Informação e documentação. - Citações em documentos - Apresentação: NBR 10520. Rio de Janeiro: ABNT, 2002.

ASTI VERA, Armando. Metodologia da pesquisa científica. Trad. Maria Helena Guedes e Beatriz Marques Magalhães. Porto Alegre: Globo, 1976.

ATLAN, A intuição do complexo e suas teorizações. IN: CARVALHO, Edgard de Assis, MENDONÇA, Terezinha (orgs). Ensaios de Complexidade 2. Porto Alegre: Sulina, 2003, pp. 159- 190.

AVENA, Regina Célia Suzano. Construções rodoviárias, bacias hidrográficas, geração de passivos ambientais e riscos associados: o caso da Rodovia RJ-165 Paraty-Cunha. Rio de Janeiro. Dissertação de Mestrado. Mestrado em Engenharia Ambiental, UERJ, 2003.

ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR – 10.004 – Definição de Resíduos Sólidos. Rio de Janeiro, 2004.

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | R | S | T | U | V | W | Y | Z

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

 

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | R | S | T | U | V | W | Y | Z

EAGLETON, Terry. Ideologia. São Paulo: Editora UNESP: Editora Boitempo, 1997.

EASTERBY-SMITH, M.; THORPE, R.; LOWE, A. Pesquisa gerencial em administração: um guia para monografias, dissertações, pesquisas internas e trabalhos em consultoria. São Paulo: Pioneira, 1999.

ECO, Humberto. Como se faz uma tese. São Paulo: Perspectiva, 1993.

EINSTEIN, Albert. Como vejo o mundo. Rio de Janeiro, Ed. Nova Fronteira, 1981. 

ELIAS, Norbert. A sociedade dos Indivíduos. Rio de Janeiro: Zahar, 1994. (11-60).

ELIAS, Vanda Maria; KOCH, Ingedore Villaça. Ler e escrever: estratégias de produção textual. 2ª ed. São Paulo: Contexto, 2012.

ESCOBAR, Arturo. Mas allá del Tercer Mundo. Globalización y Diferencia. Bogotá: Instituto Colombiano de Antropología e Historia. 1998.

ESCOBAR, Arturo; PARDO, Maurício. Movimentos sociais e biodiversidade no pacífico colombiano. In: SANTOS, Boaventura de Sousa (org.). Semear outras soluções: os caminhos da biodiversidade e dos conhecimentos rivais. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005. p. 341-374.

 

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | R | S | T | U | V | W | Y | Z 

UERJ. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Relatório de Controle Ambiental (RCA). Estrada Parque Paraty-Cunha RJ-165. Meio Físico [versão final]. Rio de Janeiro, 2010.

UERJ. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Faculdade de Oceanografia. Plano Municipal de Saneamento Básico da Prefeitura Municipal de Paraty. Resíduos Sólidos Urbanos. Rio de Janeiro, dezembro/2011.

ULLOA, Astrid. A ecogovernamentalidade e suas contradições. Ecopolítica, vol.1, p. 26-42, 2011. 80.

ULLOA, Astrid. La construcción del nativo ecológico. Instituto Colombiano de Antropología e Historia -ICANH- COLCIENCIAS, Bogotá, 2004. 81.

UNGER, Nancy Mangabeira. O encantamento humano: ecologia e espiritualidade. São Paulo: Ed. Loyola, 1991. Cap. Ecologia e espiritualidade. (pp. 53-61).

URRY, John. O Olhar do Turista: Rio de Janeiro: Lazer e Viagens nas Sociedades Contemporâneas. Editora Studio Nobel, 2001.

URSZTYN, Marcel (org.). Ciência, Ética e Sustentabilidade – Desafios ao Novo Século. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2001. 

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | R | S | T | U | V | W | Y | Z 

KALAORA, Bernard. Le musée vert, radiographie du loisir en forêt. Paris: L’Harmattan, [1978] 1993.

KAPLAN, A. A conduta na pesquisa. São Paulo: Herder/Edusp, 1972.

KERLINGER, Fred N. Metodologia da pesquisa em ciências sociais: um tratamento conceitual. São Paulo: EPU/EDUSP, 1980.

KERSCHER, M. A.; KERSCHER, S. A. Monografia: como fazer. Rio de Janeiro: Thex, 1998.

KIDDER, Louise H. (Org.). Métodos de pesquisa nas relações sociais. São Paulo: EPU, 1987.

KOBIYAMA, Masato; MOTA, Aline de Almeida, CORSEUIL, Cláudia Weber. Recursos hídricos e saneamento. Curitiba: Ed. Organic Trading, 2008.

KOCH, Ingedore G. Villaça. Argumentação e linguagem. 3a ed. São Paulo: Cortez, 1993.

KÖCHE, José Carlos. Fundamentos de metodologia científica: teoria da ciência e prática da pesquisa. 14. ed. rev. ampl. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

KONDER, Leandro. O que é dialética. 12ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1985. 

KOSIK, Karel. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.  

KOYRÉ, Alexandre. Do mundo do  mais ou menos ao universo da precisão. In: Estudos de história do pensamento filosófico. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1991. 

KUMAR, Krishan. Da sociedade pós-industrial à pós-moderna: novas teorias sobre o mundo contemporâneo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1997. 

KUHN, T. S. A estrutura das revoluções científicas. 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 1997.

_______. O problema com a filosofia histórica da ciência. In. O caminho desde a estrutura: ensaios filosóficos, 1970-1993, com uma entrevista autobiográfica. São Paulo: Ed. Unesp, 2006. pp. 133-151.

KUMAR, Krishan. Da sociedade pós-industrial à pós-moderna: novas teorias sobre o mundo contemporâneo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1997.

 

Núcleo de Referência em Educação Ambiental

Universidade do Estado do Rio de Janeiro | Campus Maracanã
Rua São Francisco Xavier, 524 | Pavilhão João Lyra Filho
Faculdade de Educação, 12° andar, Bloco F, Sala 12.005
+55 (21) 2334-0824 / 2334-0825 | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.