Slide 1

Atualizações Recentes

Nuredam/UERJ

Busca

2008 - 2011

Saberes e Fazeres de Ceramistas Fluminenses: um estudo sobre a indissociabilidade entre conhecimento, ambiente e arte

Descrição: A pesquisa pretende contribuir com a explicação sobre o modo como objetos podem agir como se fossem sujeitos, modificando a realidade. A descrição da atividade de objetos, como a cerâmica, permite constatar que eles fabricam ao mesmo tempo, tal como faz o sujeito, fatos e discursos, sociedades-naturezas. O tema focal é a superação da separação entre produção mental e estrutura social, ambiente e atividade simbólica, mostrando a construção simultânea do objeto e do universo sócioambiental dentro do qual esse objeto funciona. É a etnografia desse objeto cerâmica que interessa à pesquisa apresentada, num exame de como se relaciona ora com pesquisadores da área das artes plásticas (outros especialistas e ceramistas que têm a cerâmica como objeto de estudo e produção de conhecimento), ora com o mundo. Pretende-se confirmar a hipótese segundo a qual argumentos técnicos estão compondo o tecido social: controvérsias sobre o entendimento a respeito de certo objeto atraem atores e constroem espaços, criando zonas que favorecem ao desenvolvimento de um campo disciplinar, produtor de conhecimento científico e técnico. Desse modo considero pertinente questionar como dialogam os conceitos, fatos próprios ao campo de conhecimento que estuda a cerâmica e os valores, o contexto social. O modo como tal diálogo se processa não é evidente e não está descrito. É pouco evidente que não exista ciência do ceramista , que este sistema de conhecimento seja homogêneo, não mereça ser investigado ou, ainda, que esteja sendo construído de modo linear, apartado do mundo natural, da sociedade ou apenas por atores acadêmicos e especialistas em arte. O principal objetivo é aperfeiçoar o conhecimento social sobre uma realidade particular: a cerâmica no Estado do Rio de Janeiro, a primeira manifestação da técnica nas sociedades humanas, recriação contante de tradições, modos de relação com a natureza. Essa pesquisa está vinculada ao Prociência da pesquisadora.. 

Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. 

Alunos envolvidos: Graduação (6) / Doutorado (4) . 

Integrantes: Maristela Barenco - Integrante / Jeffsiane Keyla Pereira do Nascimento de Farias - Integrante / Lenira Maria Cavalcanti Teixeira - Integrante / Mariana Drummond Esser - Integrante / Rita de Cassia da Silva Castro - Integrante / Fátima Kzam Damasceno de Lacerda - Integrante / Maria Lúcia Sirena Proença - Integrante / Marco Pinheiro Gonçalves - Integrante / Lorraine Carla dos Santos Gomes - Integrante / Jessica Blenda da Silva de C. Souza - Integrante / Fátima Teresa Braga Branquinho - Coordenador.

Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesq. do Estado do Rio de Janeiro - Bolsa / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesq. do Estado do Rio de Janeiro - Auxílio financeiro.

Número de produções C, T & A: 17 / Número de orientações: 14.

Núcleo de Referência em Educação Ambiental

Universidade do Estado do Rio de Janeiro | Campus Maracanã
Rua São Francisco Xavier, 524 | Pavilhão João Lyra Filho
Faculdade de Educação, 12° andar, Bloco F, Sala 12.005
+55 (21) 2334-0824 / 2334-0825 | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.