Slide 1

Atualizações Recentes

Nuredam/UERJ

Busca

Revistas

A Revista de Fotografia Científica Ambiental acaba de publicar seu último
número, disponível em http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/rfca/issue/current. Convidamos a navegar no sumário da revista para acessar os artigos e outros itens de seu interesse.

Agradecemos sua atenção e apoio contínuo em nosso trabalho,

Atenciosamente,

Revista de Fotografia Científica Ambiental
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Revista de Fotografia Científica Ambiental
v. 2, n. 1 (2018): Revista de Fotografia Científica Ambiental
Sumário
http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/rfca/issue/view/1947

Editorial
--------
Editorial (1 - 7)
   Antonio Carlos de Freitas,    Flávio Kulaif Ubaid,    José Sabino,    Yuri
Fanchini Messas,    Bruno Vinicius Ximenes de Oliveira

Artigos
--------
Uma retrospectiva histórica do desenvolvimento da fotografia desde seus
primórdios até o final do século XIX (7 - 22)
   Heloisa Carneiro da Rocha Guillobel,    Artur Pedro do Carmo Moes,    Antonio
Carlos de Freitas

Comunicação Curta
--------
Fission processes in the zoanthid Palythoa caribaeorum Duchassaing &
Michelotti, 1860 (Zoantharia: Sphenopidae) in the Southwest Atlantic,
Brazil. (23 - 26)
   Larissa Marques Pires Teixeira,    Joel Christopher Creed
Flower-visiting arthropods: Chrysanthemum leucanthemum Linnaeus, 1753
(Asteraceae) as an attractor for photographic record (27 - 33)
   Ana Carolina Grillo

Ponto de Vista
--------
Fotografando Aves: Desafio que vai além da tecnologia (34 - 41)
   Cláudia Oliveira Sousa

Entrevistas
--------
ENTREVISTA: Sávio Freire Bruno (42 - 71)
   Sávio Freire Bruno,    Revista de Fotografia Científica Ambiental

________________________________________________________________________
Revista Fotografia Científica Ambiental
http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/rfca

 A edição 78 da revista "Estudos Avançados" traz como destaques textos que tratam de dois temas interligados e sintonizados com as demandas atuais da sociedade brasileira: a saúde pública e a melhoria dos padrões nutricionais.Segundo Alfredo Bosi, editor da publicação, "o número procura cumprir um dos objetivos centrais do IEA: conjugar pesquisa acadêmica e interesse pelo aperfeiçoamento de nossas políticas públicas".

José de Filippi Jr, Carlos Augusto Monteiro e Ana Lydia Sawaya
Lançamento terá exposições de (a partir da esq.)
José Filippi Jr, Carlos Augusto Monteiro e Ana Lydia Sawaya

O lançamento da edição acontece no dia 13 de setembro, às 17 horas, na Sala de Eventos do IEA, num encontro sobre Saúde Pública e Nutrição. Os expositores serão José Filippi Jr., secretário municipal da Saúde de São Paulo, e dois autores de artigos no número: Carlos Augusto Monteiro, professor da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, e Ana Lydia Sawaya, coordenadora do Grupo de Pesquisa Nutrição e Pobreza do IEA. A versão digital da revista já está disponível na SciELO.

SUS

Em "A Saúde Pública no Brasil", artigo que abre a edição, o médico Gilson Carvalho aborda os objetivos, princípios e funções do Sistema Único de Saúde (SUS), instituído pela Constituição Federal de 1988. A partir disso, faz uma retrospectiva da política federal para o SUS nos últimos dez anos. De acordo o autor, "havia uma esperança explícita de que com o novo governo comandado por Lula a legislação fosse cumprida. O que não ocorreu nestes dez anos: oito de Lula e dois de Dilma".

Capa da edição 78 da revista "Estudos Avançados"

Carvalho afirma que o SUS avançou pouco nos últimos dez anos porque o governo investiu pouco na universalização da cobertura; insistiu na fragmentação do Sistema, criando programas de saúde paralelos; aumentou o espaço da iniciativa privada; e continuou a justificar os problemas da área com base na contraposição entre financiamento e eficiência.

Uma visão um pouco mais otimista do SUS é oferecida pelo odontologista Eugênio Vilaça Mendes na entrevista "25 Anos do Sistema Único de Saúde: Resultados e Desafios". De acordo com ele, que é conselheiro da Organização Pan-Americana da Saúde, "a instituição da cidadania sanitária pelo SUS incorporou, imediatamente, mais de cinquenta milhões de brasileiros como portadores de direitos à saúde e fez desaparecer, definitivamente, a figura odiosa do indigente sanitário".

Embora realce pontos positivos do SUS, Mendes ressalta que há muitos problemas a serem solucionados, alguns deles mencionados por Carvalho, como a segmentação do Sistema, o subfinanciamento e a ausência de universalização da saúde no país. Diante disso, aponta como caminho o fortalecimento da Estratégia de Saúde da Família (ESF) com base nas diretrizes da Atenção Primária à Saúde (APS).

NUTRIÇÃO

Doenças associadas à condição nutricional do paciente, ligadas à carência ou ao excesso de comida, estão fortemente vinculadas à saúde pública. No artigo "Abra a Felicidade: Implicações para o Vício Alimentar", Ana Lydia Sawaya e Andrea Filgueiras argumentam que as técnicas de produção e venda utilizadas pela indústria alimentícia induzem distúrbios alimentares relacionados à obesidade e a males crônicos, como o diabetes.

As autoras afirmam que bebidas e alimentos industrializados — sobretudo os ricos em sal, açúcar e gordura — ativam neurotransmissores que controlam o estado de prazer e criam reflexos condicionados ligados à dependência. Para elas, isso demonstra a necessidade de que seja aprimorada a legislação que regulamenta a fabricação desses produtos.

Outra faceta das relações entre saúde e nutrição, ligada não ao excesso, mas à carência de alimentos, é tratada no texto "Perfil Socioeconômico, Nutricional e de Ingestão Alimentar de Beneficiários do Programa Bolsa Família", assinado por Sawaya, Marcela Jardim Cabral, Karlla Almeida Vieira e Telma Maria Florêncio. O artigo relata os resultados do estudo que avaliou o estado nutricional, o consumo e a segurança alimentar de beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) residentes em favelas de Maceió, Alagoas.

Segundo as pesquisadoras, os alimentos adquiridos com recursos do PBF nem sempre apresentam a qualidade nutricional adequada para garantir a saúde dos favorecidos. Exemplo disso são os elevados índices de desnutrição em crianças e adolescentes e a presença de insegurança alimentar moderada ou grave em 67% das famílias pesquisadas. O estudo também constatou uma ingestão inadequada de micronutrientes encontrados em frutas, verduras, legumes e laticínios.

Esse quadro inclui um dado aparentemente paradoxal: a incidência de obesidade entre mulheres pobres acima de 40 anos. De acordo com as autoras, isso pode estar associado ao consumo de alimentos baratos e palatáveis, de alto índice glicêmico e densidade calórica, como biscoito, farinha e macarrão. Para elas, esse panorama revela a urgência de "ações integradas entre o PBF e setores responsáveis por políticas públicas na área de educação e saúde a fim de garantir estratégias de educação alimentar para promover a melhoria nas condições nutricionais e prevenir doenças crônicas não-transmissíveis".

OUTROS TEMAS

Além dos nove textos sobre saúde pública e nutrição, o número 78 da "Estudos Avançados" traz mais sete artigos, divididos entre as seções "Meio Ambiente" e "Crítica e Filosofia", um deles assinado por Bosi.

A edição conta, ainda, com cinco resenhas, dois depoimentos sobre "Energia Nuclear" e uma entrevista sobre "Política Energética" com Ildo Sauer, diretor do Instituto de Energia e Ambiente (IEE, antigo Instituto de Eletrotécnica e Energia) da USP, na qual o pesquisador traça um panorama da questão energética no Brasil, apontando pontos positivos e negativos, e defende a adoção de fontes alternativas e renováveis de energia, como a eólica e a hidrelétrica, em substituição à energia nuclear.

Fonte: http://www.iea.usp.br/noticias/estudos-avancados-78-explora-as-relacoes-entre-saude-publica-e-nutricao

Clique sobre os títulos abaixo para acessar o texto na íntegra. 

 

A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da “Cooperação” ao Conflito
Numa Mazat e Franklin Serrano


Autonomia e proteção: os Estados nas Conferências de Exame do TNP (2000-2010)

Diego Santos Vieira de Jesus
 


La Reprimarización del Modelo de Desarrollo Chileno

Alexis Cortés


América Latina: as ondas da integração
Nilson Araújo de Souza


Em torno ao pensamento econômico de José Martí: premissas ideológicas e horizonte civilizatório de uma utopia latino-americana radical
Fabio Luis Barbosa dos Santos

 

||| Próximo prazo para submissão de trabalhos: 15 de setembro de 2012.

Orientações aos autores e submissões no site www.revistaoikos.org

Revista Rio de Janeiro números 16-17

O Fórum do Rio de Janeiro relançou em dezembro de 2002 a Revista Rio de Janeiro, cujo perfil é o de publicar trabalhos científicos, entre os quais dossiês temáticos, artigos, entrevistas com personalidades, resultados de pesquisas, sinopses de publicações, entre outros temas relevantes. A RRJ tem sido um pólo aglutinador de pesquisadores e de intelectuais que promovem reflexões acerca das questões públicas da cidade e do Estado do Rio, estabelecendo contatos com problemáticas nacionais e internacionais.

Os Conselhos Editorial e Consultivo da RRJ são formados por personalidades e instituições que têm cumprido um papel fundamental na formulação de políticas públicas: Centro de Pesquisa e Documentação/FGV, Fundação Biblioteca Nacional, Arquivo Geral da Cidade, Museu da República, Fundação Casa de Rui Barbosa, IBAM, Casa de Oswaldo Cruz/FIOCRUZ, Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro,  Escola Nacional de Saúde Pública/FIOCRUZ, as instituições acadêmicas UFRJ, UFRRJ, UFF, UENF, PUC-Rio, UNICAMP, USP, UFRGS, entre outras.

Com periodicidade quadrimestral, a RRJ tem tido uma excelente aceitação. Este projeto editorial objetiva dar encaminhamento e fortalecer uma aliança de setores de ponta com a perspectiva de contribuir para a formulação de políticas que tenham como metas a melhoria das condições de vida da população, o fortalecimento da cidadania e o estímulo à vocação democrática característica do Estado do Rio de Janeiro.

Meio Ambiente - Conflitos e Mediações, Políticas e Projetos 

Editor Científico
Henri Acselrad


Ambiente & Sociedade vol. 15 no.1 Campinas jan./maio 2012

 

 

 

 

 


Núcleo de Referência em Educação Ambiental

Universidade do Estado do Rio de Janeiro | Campus Maracanã
Rua São Francisco Xavier, 524 | Pavilhão João Lyra Filho
Faculdade de Educação, 12° andar, Bloco F, Sala 12.005
+55 (21) 2334-0824 / 2334-0825 | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.